domingo, 6 de julho de 2008

Comissão para implantar UFOPA é nomeada pelo MEC. Alenquer terá CAMPUS da Universidade

O ministro da Educação, Fernando Haddad, instalou na sexta-feira (4) a Comissão de Implantação da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). A comissão foi instituída pela Portaria do MEC nº 410, de 3 de junho, e compete aos seus gestores às atribuições de organização acadêmica e curricular da nova universidade, além da administração de pessoal, patrimônio, orçamento e finanças.

A partir do modelo multicampi, a instituição dará novo impulso à região Norte, rica em recursos naturais, minerais e culturais, mas marcada pelo baixo índice de desenvolvimento humano (IDH).

Integram a comissão, que funcionará em Santarém, os professores Adaílson Viana Soares, Arlete Moraes, Emídio Cantídio de Oliveira filho, Horácio Schneider, Maria Marlene Escher Furtado, Ricardo Bezerra de Oliveira e Rodrigo de Araújo Ramalho Filho.

A lei que sugeriu a criação da UFOPA é de autoria do Senador Flexa Ribeiro. Com sede em Santarém a universidade terá a inclusão de novos campus como: Em ALENQUER , Monte Alegre, Oriximiná, Juruti, Rurópolis e Núcleo Universitário em Belterra.

O número de vagas ofertadas anualmente no processo seletivo seriado para os diversos cursos de graduação dará um salto de 320 para 1.940 mil. Os cursos ofertados por Universidades Públicas Federais na região sairão de nove para 52. Os professores que hoje são 74 passarão a ser 594 e serão 283 novos técnicos administrativos.

Nos próximos anos serão liberados mais de R$ 124,3 milhões para a construção da Ufopa, nela serão atendidos 10.710 estudantes em cursos de graduação, mestrado e doutorado.

Isaac Senna

Um comentário:

José Neto disse...

A UFOPA, tem tudo para se constituir uma especie alento para e de esperança para o povo de nossa querida cidade de Alenquer pois pelo que parece com a uiversidade aumenta as chances (pelo menos teoricamente)dos alenquerenses citiados em Alenquer a engressarem ao ensino superior, porém, surge uma preucupação acerca da fiscalização de verbas para construção desta univesidade e também, um problema que é notório e insustentável que é a fraca educação em nossa cidade, prncipalmente no que se refere a educação básica como um todo, fato que revela o descuido e a falta de interese por parte do poder público.
Penso que pelo nível escolar ser baixo, muitos ou muitas pessoas de outras cidades, vão está preenchendo estas vagas, o que de certa forma não deixa de ser lícito, mas que nos remete a pensar que uma boa educação preparatória de faz necessária e urgente...

Convido a todos acesarem também o blog: www.adialetica.blogspot.com

Conterraneo Isaac, agradeço a oportunidade de poder estar entrando em contato com as notícias de alenquer pelo seu blog...
abraços todos

Autor: José Cardoso Simões Neto
e-mail: sopaz_6@hotmail.com